Silvio de Abreu vai deixar a Globo em 2021

O diretor da Globo e autor de novelas finalizará o seu contrato com a emissora até março do próximo ano

Redação Minha Novela Publicado sexta 27 novembro, 2020

O diretor da Globo e autor de novelas finalizará o seu contrato com a emissora até março do próximo ano
Villamarim o substituirá - TV Globo

De acordo com um comunicado divulgado nesta sexta-feira, 27/11, o autor de novelas e chefe de Dramaturgia da Globo Sílvio de Abreu não fará parte do time de talentos da emissora a partir de 2021. Ricardo Waddinton, diretor de entretenimento da emissora, informou que José Luiz Villamarim substituirá Abreu, que estava no cargo desde 2014. 

Villamarim é o atual diretor-artístico da novela das 21h, Amor de Mãe. O diretor também foi responsável por alguns sucessos como as séries Justiça, Onde Nascem os Fortes e Amores Roubados. 

As mudanças entrarão em prática a partir de março do próximo ano, data de encerramento do contrato de Abreu com a emissora. 

Além dele, Mônica Alburquerque, diretora da área de desenvolvimento e acompanhamento artístico da Globo, também deixará o seu cargo após sete anos de contribuição. A ex-diretora foi a primeira brasileira apontada pela revista norte-americana como uma das mais influentes e de maior impacto na indústria do entretenimento no mundo.

“Silvio de Abreu e Monica Albuquerque foram dois pilares no processo de reformulação do Entretenimento. Desde o convite para assumir a dramaturgia em 2014, Silvio foi sempre generoso. Entendeu a necessidade de um novo processo com os autores e trabalhou duramente em cada sinopse, em cada capítulo, em cada texto. Discutiu com cada autor o melhor rumo para aquela obra e, no ar, vimos coisas lindas, o tempo todo. Sílvio foi um gigante. Percebeu a necessidade de ampliar o grupo de autores, e revelou duas dezenas de novos profissionais em séries e novelas. O obrigado ao Sílvio é gigante, do tamanho do seu talento. A Monica foi uma extraordinária liderança nesses anos todos. Percebi aquela jovem inquieta lá na Comunicação da Globo e achei que tinha um caminho novo, para ajudar a planejar, a criar e a construir uma área dedicada ao talento. O resultado foi maiúsculo, com uma organização ímpar. Foram novos atores, novos diretores, novos autores descobertos a partir deste olhar atento. E trouxe ainda mais qualidade para a empresa. Meu agradecimento a Monica também é imenso, do tamanho da sua sensibilidade. Os dois deixam um legado de obras estruturados por anos e anos”, afirmou Carlos Henrique Schroder, diretor de Criação e Produção de Conteúdo da Globo, que também deixará a emissora em 2021. 

 

Último acesso: 08 Dec 2021 - 06:00:56 (1049936).