Gloria Pires fala de sua personagem em 'O Outro Lado do Paraíso'

Ela revela que ninguém tem o poder de comandar nada em sua própria vida, lição que sua personagem, Beth/Duda, vem aprendendo na trama das 9

Gloria Pires | <i>Crédito: Divulgação
Gloria Pires | Crédito: Divulgação


Apesar de ter quase 50 anos de carreira, interpretar Elizabeth/Duda em O Outro Lado do Paraíso, está sendo uma novidade para Gloria Pires. Pela primeira vez, a grande atriz contracena com Juca de Oliveira, ator que ela sempre admirou, e encena um texto de Walcyr Carrasco. Queridinha pelos autores, Gloria não se vangloria por ser muito disputada pelos escritores e enaltece o trabalho deles. “Esses autores de novelas são incríveis. Eu não conseguiria conceber uma história em mais de um ano. É uma maratona diária. Estou adorando trabalhar com o Walcyr. Ele é tão corajoso, não apenas por trazer os temas polêmicos, mas jogar a história para o público e não ficar economizando”, analisa Gloria, que carrega a marca de 25 novelas em seu vitorioso currículo.

VIRADA PREVISTA

Na trama das 9, Duda teve que se despir de sua verdadeira identidade (Elizabeth), para começar uma nova vida. Chantageada pelo sogro, Natanael (Juca de Oliveira), ela desceu ao fundo do poço e se entregou ao álcool. Mas a virada da personagem vai causar uma grande movimentada na novela. “O que essa mulher passou é muito radical. Ela desceu ladeira abaixo, mas está voltando ao prumo. Se eu fosse dar um conselho para Elizabeth seria: ‘calma, respira fundo, vai com fé, porque uma hora você vai sair do buraco’. Afinal não há tormenta que dure a vida toda. Uma hora a coisa acalma”, analisa a carioca, que não vê a hora para Duda/ Elizabeth se mudar para o Jalapão, para que a atriz conheça a região, uma vez que ela ainda não gravou cenas em Tocantins. Numa novela que trata sobre a Lei do Retorno, Gloria acredita piamente nesse princípio: “Eu sou espiritualista kardecista, então, acredito muito nisso. Tenho 54 anos, vivi bastante para perceber que tudo na vida tem retorno. Confesso que não é bom ver alguém colhendo o mal que plantou. Mas é a vida... Às vezes, vem mais cedo, outras vezes mais tarde. A vida pode ensinar para essas pessoas, mas elas também podem passar uma existência toda e não aprender nada”, analisa.

SEM CONTROLE

Gloria analisa que, com a virada de Elizabeth/Duda, as pessoas vão perceber que ninguém tem o poder de controlar as próprias vidas, uma vez que tudo pode se transformar de uma hora para a outra. “Todos nós temos uma ideia de que comandamos nossas coisas. A gente projeta, planeja um futuro, mas ninguém tem controle nenhum. Tudo pode mudar radicalmente de um dia para o outro, sem nenhuma preparação”, ensina a virginiana, que faz jus ao seu signo ao se afirmar metódica. “Tento lidar com o inesperado. Sou bastante metódica. Mas já entendi que a gente não controla nada. Isso é uma grande sacada para a vida”, revela Gloria, que conta com um time de funcionários para ajudá-la em seus outros projetos fora da televisão. “Eu tenho bons parceiros no meu dia a dia que me auxiliam nos meus outros projetos. A gente sempre espera o sucesso quando lançamos um produto novo, quer que as pessoas gostem e usufruem”, afirma a também empresária.

CASAMENTO DURADOURO

Além de ter uma carreira gloriosa, na vida pessoal a atriz também tem êxito. Casada há quase 30 anos com Orlando Morais, Gloria afirma não ter uma fórmula ideal para uma relação duradoura, mas traça considerações importantes que devem ser observadas. “As duas pessoas devem ter os mesmos interesses, um mesmo objetivo, embora, seja muito importante cada um manter sua individualidade. É preciso a entrega de ambos. As pessoas não são perfeitas. Na hora que um cai, o outro ajuda, o outro dá a mão”, discursa a carioca. A diva reafirma seu compromisso de amor com Orlando, com muita sensatez: “Resumo meu casamento com uma relação de muita luta, com muitos altos e alguns baixos, mas a gente sempre esteve disponível um para outro. É nessa relação que a gente acredita: Eu me vejo melhor com ele, e ele se vê melhor comigo. Embora cada um tenha a sua vida, sua carreira, sua forma de ver a vida. É importante e saudável ter isso em mente para não se perder”, conclui.



15/12/2017 - 13:11

Conecte-se

Revista Minha Novela