Pedro Carvalho dispara: “O amor não escolhe idade, estatura, beleza, sexo ou etnia!”

O ator confia no sentimento de Amaro por Estela em O Outro Lado do Paraíso

Fernanda Chaves

Pedro Carvalho | <i>Crédito: Fabrizia Granatieri
Pedro Carvalho | Crédito: Fabrizia Granatieri


Em sua primeira novela na Globo, o português Pedro Carvalho está dando o que falar. Seu personagem, Amaro, está conquistando o coração de Estela (Juliana Caldas) em O Outro Lado do Paraíso e deixando o público com a pulga atrás da orelha. Afinal, o bonitão gosta da filha anã de Sophia (Marieta Severo) ou está apenas de olho nas esmeraldas? Para seu intérprete, o galanteador não tem segundas intenções.  “Eu acredito que ele é muito sincero na sua relação. O Amaro é um príncipe encantado da Disney. É romântico, gosta de dar presentes, canta pra ela... Ninguém acredita que esse cara pode se apaixonar pela Estela, mas pode acontecer sim”, garante. Mas, apesar de defender seu personagem, ele reconhece que tem alguma coisa aí. “Ele é muito misterioso, tem algo sobre ele que nem eu sei ainda. É muito legal viver um tipo ambíguo, com duas caras, as pessoas ficam na dúvida. O Amaro é o que é!”, confessa.

QUEBRANDO PARADIGMAS

Pela primeira vez uma novela trata de um assunto como o Nanismo. Pedro acha que o tema de seu núcleo é importante e deve ser discutido. “É muito legal abordar isso. Um cara como eu pode se apaixonar por uma menina que não segue os padrões de beleza que o mundo acha que tem que ser. E a novela fala de uma coisa que não é só ser um personagem com nanismo, mas aborda todo o preconceito. O amor não escolhe idade, estatura, beleza, sexo, cor ou etnia. A gente ama a pessoa, se interessa por gente. Todo mundo tem a sua beleza e as diferenças são o que fazem delas seres bonitos”, explica o ator, que é um romântico assumido. “Eu acredito muito no amor!”, assume.

Com quem Estela vai ficar: Juvenal ou Amaro? Nos bastidores, o clima é de brincadeira entre Anderson, Juliana e Pedro

 

DISPUTA AMOROSA

Na trama de Walcyr Carrasco, o português vive um triangulo amoroso. Juvenal (Anderson Di Rizzi) também está na disputa pelo amor da jovem e o público está bastante dividido. “Vejo que tem gente que torce para ela ficar com o Juvenal, outros querem ela com o Amaro. Tem até aqueles que falam para Estela ficar com os dois (risos). A gente fica muito feliz. Ver essa torcida dividida mostra que está dando muito certo”, festeja o galã, garantindo que o clima de competição fica apenas nos bastidores. Apesar de estar se divertindo contando essa história, Pedro afirma que não viveria uma situação dessas. “Felizmente não aconteceu. Mas se houvesse isso eu pularia fora. Você nunca deve ser a segunda opção de nada. Ou é ou não é. Eu sou muito prático nisso”,  avisa o bonitão.

Pedro e Gabriela Moreyra: amizade que nasceu em Escrava Mãe

 

PORTUGAL - BRASIL

Essa não é a primeira novela de Pedro aqui. Em seu país de origem, ele atuou em 13 produções e estreou no Brasil em 2016, na Record TV, como Miguel, o protagonista de Escrava Mãe. Trabalho esse que ele lembra com carinho: “Foi uma porta muito maravilhosa que a Record TV me abriu no Brasil e eu sou supergrato. Foi uma novela linda, deu muito certo, fiz amigos lá e tenho boas lembranças”. Com o fim do folhetim, ele voltou para Portugal onde gravou a novela Ouro Verde. Mas, como surgiu o convite para O Outro Lado do Paraíso, ele voltou. “Quero internacionalizar a minha carreira o máximo que eu conseguir. Quero muito ficar na ponte-aérea Portugal-Brasil e, se eu puder ficar aqui mais uma temporada, vai ser ótimo”, diz.

CUIDADOS COM A BELEZA

Apesar da boa pinta, Pedro não se acha isso tudo. “As pessoas falam que eu sou bonito, mas acho que sou normal”, disfarça o gato, de 32 anos. Para ele, a saúde e o bem estar estão acima da vaidade. Praticar esportes já faz parte da rotina do ator desde muito novo. “Faço muito exercício físico. Malho, corro, faço crossfit. É claro que isso me traz um corpo bonito, mas gosto de fazer pra minha cabeça, para a saúde. Não consigo viver sem exercícios físicos e o dia em que eu não treino, sinto que está faltando algo”, conclui.



06/02/2018 - 16:24

Conecte-se

Revista Minha Novela