Leandro Lima revela que recebe muitas cantadas nas redes sociais: “A maioria é dos gays. Levo numa boa”

Apresentador do Dancing Brasil conta que recebe mensagens com nudes

Fernanda Chaves

Leandro Lima | <i>Crédito: Record TV
Leandro Lima | Crédito: Record TV


Modelo, ator, cantor e agora, apresentador. Leandro Lima nunca tinha se imaginado nesse posto, até receber o convite para fazer um teste para substituir Sergio Marone, no Dancing Brasil. O paraibano não gostou muito do que apresentou, mas agradou a direção do programa e ele foi o escolhido para o cargo. Estrear no talent show ao vivo para todo o Brasil, e ao lado de Xuxa Meneghel, deu um frio na barriga do gato. “Deu nervoso, claro, mas quando eu vi que a Xuxa também ficava um pouquinho nervosa pra entrar, acho que me fiquei mais tranquilo (risos)”, conta Leandro, que já deixou o nervosismo de lado. “Ao vivo é sempre uma caixa de surpresas, a gente quer melhorar, mas já me sinto bem à vontade. Dá aquele friozinho na barriga legal, mas já me sinto em casa. Estou adorando fazer o programa, dá vontade de dançar (risos)”, garante.

CONHECENDO A RAINHA

Leandro já foi um baixinho e trabalhar ao lado da Rainha dos Baixinhos é uma honra. “Ela é demais! Eu não esperava, porque a gente vê a Xuxa da TV né? É com essa que a gente está acostumado. Mas a Xuxa é humana, generosa, próxima, divertida... É engraçado, às vezes, até olho de novo pra ver se é ela mesmo (risos)”, brinca.

Leandro rasga elogios para Xuxa: “Ela é humana, generosa, divertida!”. Foto: Record TV

 

SUCESSO NA INTERNET

Sua postura à frente do Dancing Brasil está agradando e, nas redes sociais, chovem elogios. Feliz com a resposta do público, Leandro está focado em melhorar sempre. Para isso, gosta de ler as críticas positivas e negativas. Mas, além disso, outro tipo de comentário chama a atenção do paraibano: as cantadas. “Recebo muitas. Pessoalmente, mais de mulher, mas, no Instagram, a maioria é dos gays. Mandam nudes, umas loucuras. Levo numa boa, sem problema nenhum, tanto faz se é cantada hétero ou homo, tem coisa que até me divirto, vou ler e começo a rir”, admite.

Mas um aviso aos interessados: o ator é comprometido. Namorando há seis anos a modelo Flávia Lucini, o pisciano leva um relacionamento à distância, já que a amada mora em Nova York, nos EUA, e ele fica entre o Rio e São Paulo. “Ela vem muito pra cá para trabalhar e a gente se fala todo dia. Uma vez perdi o celular e ficamos sem nos falar uns quatro dias. Eu estava ficando louco já”, lembra. Sem pressa, ele garante que quer casar, mas, por enquanto, a rotina impede. “Ela está trabalhando muito, eu também e a gente está bem junto. Nós imaginamos mais uma cerimônia para reunir os amigos e celebrar. Só que, por enquanto, está difícil”, diz.

O ator namora a modelo Flávia Lucini há seis anos e deseja se casar com ela: “Mas sem pressa, a gente está bem junto”. Foto: Instagram

 

PAI CORUJA

Aos 36 anos, Leandro é pai de Giulia, de 17. “Quando me veem junto dela, se assustam (risos). Já falaram que somos irmãos, até namorados”, revela. Apesar de ter sido pai muito jovem, aos 19 anos, ele afirma ser muito zeloso. “Sou supercoruja, não tem como não ser, porque ela é uma menina incrível, mas sou um cara que cobra. Por mais que eu seja parceiro, que a gente tenha uma relação de amigo mesmo, eu cobro muito. Às vezes, ela até reclama que sou muito duro, coisa que ninguém imagina que eu seja”, revela.

Leandro foi pai de Giulia aos 17 anos. Foto: Instagram

 

FUGINDO DO ESTEREÓTIPO

Depois de interpretar o misterioso príncipe Jacques, em Belaventura, Leandro poderá ser visto em dois personagens diferentes do esperado. No filme Solteira Quase Surtando ele vive um gay e, em Chacrinha: O Velho Guerreiro, ele encarnao Queixada, um nordestino, anti-galã. “Fiquei muito feliz com esses longas. São dois papéis muito diferentes do que as pessoas normalmente olham pra mim e querem me dar. Geralmente pensam em mim só pra um perfil. E eu fiz um cara pernambucaninho mesmo, com um queixo bem prognata, um bigodinho meio ridículo, um andar esquisito, foi uma desconstrução legal”, comemora.



05/04/2018 - 20:39

Conecte-se

Revista Minha Novela